sexta-feira, 18 de maio de 2007

Parece que foi ontem...

Eu era técnico de manutenção de computadores - os antigos mainframes - e há exatamente 35 anos no dia de hoje fui a Fortaleza para consertar uma CPU (hoje CPU é um chip, mas na época era um "armário" pesando algumas centenas de kg) na filial da empresa.
Chegando lá fui apresentado ao pessoal da filial, e notei que uma mocinha me olhava com insistência.
À tarde recebi um bilhete dela perguntando se eu estava precisando de alguma coisa...

Só soube muito tempo depois, mas ela já tinha dito a uma amiga que iria se casar comigo...
No dia seguinte, depois de terminado o serviço, fomos jantar juntos, e depois do jantar começou o namoro. Voltei para São Paulo na manhã seguinte, e o namoro continuou pelo malote, pois a Internet não estava nem nos sonhos dos futurólogos. Em julho voltei a Fortaleza de férias, e ficamos noivos. Em setembro, mais uma viagem de poucos dias para consertar o mesmo computador. E em dezembro ela veio a São Paulo, onde nos casamos no civil sem que ninguém da família soubesse.
Foram 35 anos, 4 filhos, um neto, muitas alegrias, algumas brigas, mas acima de tudo muita união, muita compreensão e muito amor. Tudo o que consegui na vida devo a essa mulher admirável, lutadora, teimosa, insistente, incansável no trabalho, festeira como ninguém.
Não sei o que ela viu em mim naquele dia, mas sei que tive muita sorte...

7 comentários:

Sonia disse...

Parabéns Geraldo! Achei muito bonita a sua história de amor à primeira vista e de felicidade e amor por 35 anos! Desejo a vocês muitos e muitos anos de alegria!
Gostei da foto!

Estou indo até a Vovó Moderna para deixar o meu abraço!

Cris disse...

Parabéns! Uma grande prova de que existe amor à primeira vista e que não duram apenas um verão!

Daniel disse...

Que bonita história...me emocionou.

Abraço.

Anônimo disse...

Parabens a ambos pela data que comemoram. Hoje em dia as pessoas nao investem tanto nas relacoes e acabam em casa/descasa. Dia 21 deste mes comemoro ano e meio de casada e a maior quantidade de tempo de felicidade continua que alguma vez tive na vida. Ajudou a internet pois foi assim que conheci o meu querido cara metade.

Felicidades

Kikas

Geraldo disse...

Cris, obrigado! Vocês também estão no bom caminho, continuem nos seguindo... :-)

Daniel, obrigado! Seu blog continua maravilhoso!

Kikas, meus votos de que sua felicidade continue para sempre! NO meu tempo foi o malote, hoje é a Internet, quem sabe qual será o veículo para os namoros daqui a uns anos...

Cinara disse...

Geraldo, mesmo um pouco atrasada eu não podia deixar de dar os parabéns a vocês por essa bela história de amor! As fotos da época estão impagáveis, e provam que realmente recordar é viver! Um grande abraço e que essa felicidade continue por muitos e muitos anos...

Bete disse...

Olá! Não te conheço, nem me lembro mais como cheguei até o seu blog, mas somente hoje é que consegui parar e ler. Faço parte de um fórum de scrapbook e há muitas blogueiras, com certeza foi por meio do blog de uma delas.
Adorei a última história e, lógico, as fotos do Guilherme.
Sua página já está na minha lista de favoritos.
Meu bloguinho é simples....foi apenas para fazer parte desse universo paralelo.
Abraço,